Follow by Email

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Mais quimioterapia

             Pois bem, cheguei na minha 17ª quimioterapia, nem acredito. Neste novo ciclo, está previsto mais 6 quimios, sendo que já fiz uma, restando 5 sessões de quimio de 21 em 21 dias. Parece incrível, mais essa sessão foi a mais fácil de todas, apesar de ser uma medicação diferente das que já fiz, pois o último ciclo que fiz, não atingiu o resultado esperado. Estou muito confiante, já senti os efeitos bons da quimio, sei que estou no meu processo de cura. Hoje, por exemplo, a enfermeira Vera me ligou, informando que eu teria que ir, uma semana antes, fazer a próxima sessão de quimio e fiquei FELIZ. Mas conversamos e acho que foi algum erro do sistema, e será mesmo no dia esperado...rsrsr. 
              Tenho vivido muito bem, graças à Deus, tudo suportável, tenho encarado os fatos, sempre com bom humor e positividade e agradecimento e isso tem me feito muito bem. Tenho convivido com pessoas verdadeiras, que sinto o carinho delas e procuro sempre retribuir, confesso que muita gente se afastou depois que recebi o diagnóstico, mas entendi que é natural, aconteceu também, com outras amigas que estão enfrentando o mesmo tratamento. E as pessoas que ficaram, ou apareceram durante esse período, são aquelas que posso confiar,  chamá-los de AMIGOS.
              Outra coisa interessante, é que estou fazendo um tratamento alternativo chamado Reiki. A técnica terapêutica do Reiki tem como principal objetivo prevenir e tratar doenças por meio do equilíbrio energético efetuado pelas mãos, "tendo em mente que a doença nasce no espírito”, completa José dos Santos, Mestre Reiki e presidente da Associação dos Mestres e Terapeutas Reiki. Com Reiki, é possível diminuir os níveis de estresse, tratar de problemas, como depressão, ansiedadeinsôniadores de cabeçagripesalergias e asma, entre outras. “O Reiki também atinge os níveis de memóriacriatividadeintuição, completa tratamentos com remédios (tratamentos homeopáticosquimioterápicos, ou alopáticos), alivia dores crônicas e em alguns casos, acelera a cura de ferimentos”, complementa a Claudete França, psicóloga, Primeira Mestre em Reiki da América do Sul e Presidente da Associação Brasileira de Reiki. Estou adorando o tratamento, já sinto seus efeitos, e só tenho a agradecer a minha terapeuta Eliana Cadenazzi. Bom o importante, é isso, continuo vivendo muito bem, apesar das minhas limitações, tenho sempre o apoio da minha família e amigos e com muita fé em Deus e na cura.